sábado, 25 de julho de 2015

Chá Noturno



“Nenhum metal é onipotente. Bum! Bum!”
“Dentro do livro matraqueiam as letras. Estão presas e não podem sair.”
Elias Canetti

Derreta a melancolia dos olhos antes que o sol tome conta do resto, exerça sua força diante do todo, vingue suas derrotas apenas para se tornar mais forte, o sol é mais forte que seu violento pensar, atravesse a cidade antes de escurecer, a noite é a luz da escuridão, lá no escuro poderá sentir saudades do dia em que estava ao sol, que ao penetrar o vão da janela brilhou em seu peito desnudo. Não durma antes de olhar o céu, cuide bem antes de adormecer os quatro cantos da vida, tranque bem as portas, soltes os cachorros, fale com os gatos, tome uma xícara de chá. O sonho invadirá seu coração. Amanhã talvez acorde vivo.

  
Postar um comentário