segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Diário da China de Edgar Morin


Capa de Eduardo Miotto
Tradução de Edgard de Assis Carvalho



Texto inédito que sairá pela Editora Sulina de Edgar Morin. O livro se chama Diário da China. A primeira edição está sob os meus cuidados. Lançamento neste mês de setembro. Morin virá aos leitores com a primavera. Aí vai uma provinha.

30/8/1992
Antes da partida para a China

Antes da viagem, me dou conta de que ignoro quase tudo sobre a China, a mais antiga civilização do mundo. Em minha memória não retive quase nada das antigas leituras que fiz das obras de Granet e Grousset . Imobilizado por quinze dias pelos efeitos provocados por um lumbago, foi com grande prazer que li o romance À beira d’água. O que depreendi de sua leitura foi que eles, os chineses, são como nós e, ao mesmo tempo, diferente de nós. Eu que sempre reitero minha pretensão de possuir um espírito planetário, tinha apenas noções e informações esparsas sobre essa imensa região do planeta. Na época do maoísmo triunfante e repleto de glória, motivado por minha obsessão pelo problema comunista, passei a concentrar minha atenção sobre a China.
Postar um comentário