quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Fotografema - Ernest Hemingway





"Nada nosso que estás no nada, nada é o teu nome, nada o teu reino, seja nada a tua vontade tanto no nada quanto no nada."
Ernest Hemingway

"O fotografema flutua na incerteza. É a atestação de uma presença e o efeito de sua ausência."
Luciano Bedin da Costa


Postar um comentário