quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Muro-imagem


A lembrança pura é a cada vez um lençol ou um contínuo que se conserva no tempo.
Gilles Deleuze
A luz da tua imagem é pífia diante da não imagem
Do acontecimento resta o olhar na fotomensagem.
Pensei nas imagens do instante, cheguei apenas ao Olhar
Uma imagem para além, antes de Resnais
Nunca pensei mais depois,
Tua imagem é um Muro de memória-mundo
Mundo dos cafés, dos Muros a velocidade do tempo.


Postar um comentário