domingo, 21 de dezembro de 2008

Alguém invade o sonho sem bater à porta



Grandes órgão do amor humano pelo mar, com seu movimento inteiramente abstrato precipitando-se na cidade, pelo sol de meia-noite abrindo, ainda que apenas num casebre.....
André Breton




Esse amor, nada me impedirá de persistir em ver nele a verdadeira panacéia, por mais combatida que ela seja, depreciada e escarnecida com fins religiosos e outros.
André Breton
Postar um comentário